Facebook pixel

Notícias

Recorrer ao congelamento de sêmen pode ser solução para paternidade tardia

Publicado em: Maio/2016


Assim como as mulheres, o relógio biológico dos homens pode ter data de validade

Alimentação, estilo de vida, comportamento sexual, remédios, estresse. Inúmeros são os fatores que diminuem e prejudicam a produção de espermatozoides, mas a passagem do tempo tornou-se condição irreparável para que isso aconteça com os homens.

Um estudo de 2008 já apontava que a fertilidade masculina de homens com 50 anos era 28% mais baixa que a de rapazes na faixa dos 20. Além disso, a mobilidade do esperma diminui cerca de 5% a cada ano. Ou seja, se naturalmente, com o passar do tempo, o homem passa a produzir menos esperma, quando esta condição está aliada a fatores externos como hábitos alimentares nada saudáveis, obesidade, cigarro, álcool, maconha, medicamentos controlados e pesticidas, ele terá ainda mais chances de ficar infértil ou de produzir sêmen de baixa qualidade antes mesmo de chegar aos 40 anos.

E não é somente a queda na quantidade de espermatozoides que aparece a partir dos 40, nesta idade é muito provável que o DNA do sêmen esteja danificado, o que aumenta o risco de o bebê nascer com alterações genéticas que causam a Síndrome de Down. Outro agravante é o fato de as crianças geradas por homens nesta faixa etária terem seis vezes mais chances de nascerem com algum grau de autismo.

Para Vera Beatriz Fehér Brand, diretora do Pro-Seed – Banco de Sêmen, além dos cuidados com a saúde do corpo, a solução para homens que desejam adiar a paternidade sem perder a qualidade do sêmen é fazer o backup da fertilidade: “Realizar o congelamento do sêmen é uma das maneiras mais eficazes de preservar a fertilidade masculina. Aqui no Pro-Seed - Banco de Sêmen as amostras armazenadas são mantidas em botijões de nitrogênio líquido a uma temperatura de 196ºC negativos, o que ajuda a preservar as características do seu DNA pelo tempo em que o sêmen estiver congelado”.

O congelamento também é recomendado para pacientes que irão passar por tratamento médico de quimioterapia, vasectomia ou cirurgias que possam colocar sua capacidade reprodutiva em risco.

Com toda a estrutura de profissionais, espaços exclusivos, exames, privacidade e por um custo relativamente baixo, o paciente poderá manter o sêmen congelado no Pro-Seed – Banco de Sêmen pelo tempo que desejar, prolongando a data de validade de sua fertilidade.

Pro-Seed – Banco de Sêmen

Maior e único banco de sêmen exclusivo do Brasil, o Pro-Seed atua desde 2006 sob coordenação da Dra. Vera Beatriz Fehér Brand, responsável pela implantação do primeiro Banco de Tecidos, e posteriormente, do primeiro banco de sêmen dentro do Hospital Israelita Albert Einsten há mais de 20 anos.

Mantém uma parceria exclusiva com o ESB - European Sperm Bank, um dos maiores e mais renomado banco de sêmen do mundo, contando com laboratórios e doadores em Copenhagen e em Seattle, promovendo, facilitando e realizando a importação de sêmen quando solicitado.

Oferecendo serviços de congelamento de sêmen e fornecendo material de doadores para clinicas de fertilidade de pequeno e grande porte em qualquer lugar do Brasil.

Dúvidas?

Visite nossa página de dúvidas frequentes ou ligue:
(11) 3171-1196
© 2017 - Pro-Seed Preservando a Fertilidade Masculina
Rua Peixoto Gomide, 515 - Térreo - CEP 01409-001 - Jardim Paulista - São Paulo/SP - Brazil
Phone/Fax +55 (11) 3171-1196 / +55 (11) 3262-5253
Cel. +55 (11) 98140-8833 / +55 (11) 97656-9466 / +55 (11) 98318-0022
contato@pro-seed.com.br